Inicio / Mina de São Domingos / Mina de São Domingos, Mina de São Domingos

Mina de São Domingos, Mina de São Domingos

A Mina de São Domingos, a povoação, é uma aldeia criada do nada a partir de 1854, data em que o jazigo de poli sulfuretos metálicos que havia já sido explorado em época romana e durante o 1º milénio a.C. foi redescoberto por um italiano do Piemonte chamado Nicolau Biava, empregado na Mina de Alosno (Huelva, Espanha). Quando os mineiros oitocentistas descobriram os vestígios antigos (escoriais, poços e galerias, ruínas de edifícios, objectos de uso geral e equipamento de mineração), os únicos sinais de construção moderna registados foram uma ermida dedicada a São Domingos, edificada junto do chapéu de ferro que coroava a jazida piritosa, e o Curral do Concelho, estrategicamente colocado nas proximidades do Pego da Sarna, o ponto da linha de água com o mesmo nome onde chegava uma nascente de água sulfurosa (proveniente da lixiviação natural dos minérios presentes), cujas propriedades químicas a tornam própria para debelar problemas dermatológicos. A cedência da concessão de exploração mineira, por arrendamento da empresa espanhola (de capitais franceses) La Sabina à empresa inglesa Mason & Barry, marcou o início de uma época de grande actividade na Serra de São Domingos e de completa transformação da paisagem. Para além dos trabalhos de desentulhamento das galerias romanas e da abertura de novos poços e galerias, foram construídas habitações para albergar os mineiros e as suas famílias e uma série de equipamentos sociais (hospital, teatro, farmácia, clube recreativo, armazéns de víveres, igreja católica, cemitério protestante para a comunidade britânica instalada, palácio da administração) e industriais: oficinas, carpintaria, laboratório, central de produção de energia, sistema de extracção de água do fundo da mina, fornos de ustulação e fundição e, absolutamente decisivos para o sucesso do empreendimento, o caminho de ferro entre a Mina de São Domingos e o Pomarão e o porto fluvial instalado neste último sítio, à beira do rio Guadiana e do rio Chança. Durante os primeiros anos de exploração a Mason & Barry dedicou todos os esforços à extracção subterrânea mas, por volta de 1866, a descida da cotação do cobre obrigou a administração a reconsiderar a estratégia delineada e, no ano seguinte, começou a exploração a céu aberto. À medida que a abertura da corta prosseguiu quase toda a aldeia antiga foi destruída e reconstruída no lugar em que hoje a encontramos. Ao longo dos anos novas ruas e equipamentos sociais foram sendo acrescentados à zona urbana, datando as ruas mais recentes (Rua do Bispo e Rua de Dª Violeta) de meados do século XX.

CARATERÍSTICAS

LOCALIZAÇÃO
Morada: Rua de Santa Isabel nº 30/31
Localidade: Mina de São Domingos
Código Postal: 7750 - 146
Telefone: 286647534
Correio Eletrónico: fserraomartins@gmail.com
Website: http://fundacaoserraomartins.pt/
FUNCIONAMENTO
Local público, sem horário e valor de entrada definidos.
ORGANIZAÇÃO DA VISITA
A visita deste Ponto não necessita de marcação prévia e pode ser feita individualmente.

Condições Específicas:
Na eventualidade de um indivíduo ou grupo de menor tamanho pretender efetuar a visita, o preço a cobrar será equivalente ao que pagaria um grupo com o número mínimo de visitantes, sem desconto.

Modo de Realização:
A pé

Nível de Dificuldade:
Média

Visita para grupos:
Sim
Número Mínimo de Pessoa por grupos:
6
Número Maximo de Pessoa por grupos:
25
Observações:
Excecionalmente, poderão ser feitas visitas com um número de participantes superior a 25, desde que as condições o aconselhem e permitam.

Visitas guiadas:
Sim
Observações:
Complexo do Minério | Visitas guiadas à Mina de S. Domingos e antigo complexo industrial Percurso no circuito urbano da aldeia da Mina de S. Domingos e circuito que evoca o ciclo do minério nas épocas de grande laboração da Mina. Um museu a céu aberto que assinala as vivências da época e as várias fases da exploração e transformação do minério.
EQUIPAMENTO EXISTENTE
Instalação mineira exterior
APOIOS EXTERNOS
TRANSPORTE
Tipo de Transporte:
T. Rodoviário
Nome da Agência:
Rodoviária do Alentejo
Telefone de Contacto:
284313620

Tipo de Transporte:
Táxi
Nome da Agência:
Geral Táxis
Telefone de Contacto:
286611117

Parque destinado a viaturas privadas:
Sim

SITIOS DE INTERESSE TÚRISTICO
ROTAS ASSOCIADAS
Rota da Faixa Piritosa Ibérica

A Rota da Faixa Piritosa Ibérica é um percurso temático de turismo mineiro e geológico dedicado à Faixa Piritosa Ibérica, considerada uma das principais regiões mineiras da Europa, com mais de 90 jazigos de sulfuretos maciçosconhecidos, distribuídos pelas regiões do Alentejo e da Andaluzia. Além das minas de pirite ocorrem na província centenas de jazigos de manganês e numerosos filões de cobre, de chumbo, de bário e antimónio.



SUGESTÕES DO ROTEIRO - OUTROS PONTOS PRÓXIMOS A VISITAR